O QUE É PSICOPEDAGOGIA ?

A psicopedagogia é definida como uma área que estuda e lida com o processo de aprendizagem e suas dificuldades, englobando dentro de sua característica interdisciplinar vários campos de conhecimento humano: a Pedagogia, a Psicologia , a Sociologia, a Biologia, a Lingüística, a Neurologia e as Neurociências Cognitivas.

PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA

O trabalho da psicopedagogia é focado no processo terapêutico. Nesse contexto entende-se como abordagem terapêutica, a que é realizada individualmente tendo como objetivo solucionar problemas.

Salienta-se que no processo terapêutico o sujeito é o foco do trabalho psicopedagógico. Nessa perspectiva, sujeito, é o que aprende, fazendo uma diferenciação de paciente, pois, quem atua nessa área é a medicina.

O TRABALHO DO PSICOPEDAGOGO CLÍNICO

O trabalho do psicopedagogo clínico deve ser realizado sempre em um espaço psicopedagógico criado de forma correta para sua atuação.

O trabalho do psicopedagogo é regido pela lei 3512/10 que estabelece os parâmetros do campos de atuação, no artigo 4º, parágrafo terceiro estabelece como deve ser feito a intervenção psicopedagógica utilizando elementos próprios (com cuidado para não usar nenhum teste exclusivo de outra área como a fonoaudiologia e a psicologia). (BARBOSA, 2010, p. 112)

PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL

O campo de conhecimento da Psicopedagogia teve sua origem e foi concretizado no atendimento aos problemas relacionados com as dificuldades da aprendizagem. Porém, os estudos realizados nesta área se voltam cada vez mais para uma ação preventiva, acreditando-se que muitas das dificuldades com que os indivíduos se deparam no desenrolar da aprendizagem se devem à inadequada Pedagogia Institucional e Familiar que influencia diretamente esse importante processo educacional.

A ação preventiva da Psicopedagogia, por sua vez, pretende que o profissional psicopedagogo adote uma visão crítica sobre o processo de aprendizagem, numa concepção mais globalizante, visando propor alternativas de ações voltadas para a melhoria da prática pedagógica nas escolas, conforme assinala BOSSA (1994).

DIAGNÓSTICO PSICOPEDAGÓGICO

Para realizar o diagnóstico psicopedagógico, é necessário que o Psicopedagogo investigue os distúrbios, transtornos ou patologias relacionadas a aprendizagem humana, que tem como finalidade procurar descobrir o que pode estar influenciando ou mesmo prejudicando o bom desenvolvimento humano.

Para que o trabalho do psicopedagogo se concretize de uma maneira mais eficaz é necessário que o mesmo tome conhecimento dos procedimentos e testes de aplicação de diagnóstico, pelo qual chamamos de Diagnóstico Psicopedagógico. Todo diagnóstico psicopedagógico é uma investigação. Nessa investigação pretende-se obter uma compreensão global do indivíduo, bem como sua forma de aprender e dos desvios que estão ocorrendo nesse processo. (PAIN, 2010, p. 42)

REFERÊNCIAS

BARBOSA, Laura M.S. (org.). Intervenção psicopedagógica no espaço da clínica. Curitiba: Ibpex, 2010.

BOSSA, N.A.A Psicopedagogia do Brasil. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

PAIN, Sara. Subjetividade e objetividade: relações entre desejo e conhecimento. Editora Vozes: Petrópolis, 2010.

[starbox]